pavilhaohome edificiohome museuhome kokushikan blibliotecaacervo bunkyonethome

Dia Nacional da Ikebana abre a primavera no Brasil

01A tradicional arte japonesa de arranjo floral vai fazer parte do calendário oficial das comemorações nacionais do Brasil. Trata-se do Dia Nacional da Ikebana a ser comemorado todo dia 23 de setembro, na mesma data do início da primavera e o Dia da Juventude.

02Erisson Thompson de Lima Jr., presidente da Associação Brasileira de Ikebana e da Comissão de Ikebana Bunkyo, conta que esse projeto nasceu em 2006, no terceiro mandato do então prefeito do Rio de Janeiro, César Maia. “Semanalmente, as professoras de Ikebana Sanguetsu faziam arranjos no gabinete do prefeito e, então, o filho dele, deputado federal Rodrigo Maia, apresentou um projeto propondo a data comemorativa como Dia Nacional Ikebana-Sanguetsu, que era o estilo que ele conhecia, e que vinha sendo praticado no Rio de Janeiro desde a década de 1970”, conta Erisson.

Destaca que, aprovado em 2008 na Câmara dos Deputados, o projeto foi ao Senado onde a ex-senadora Fátima Cleide Rodrigues da Silva (PT de Rondônia, exerceu mandato de 2003/2011), na qualidade de relatora, apresentou um substituto à PLC nº 55/2008 criando o Dia Nacional da Ikebana, ampliando a homenagem a todos os estilos de arranjos florais.

03Assim, no último dia 30 de março, o substituto foi aprovado na Comissão de Educação, Cultura e Esporte. Agora, como o projeto original foi alterado, deverá passar por turno suplementar no Senado antes de seguir para a sanção presidencial.

Bastante satisfeito com a oficialização do Dia Nacional da Ikebana, Erisson conta que esteve diversas vezes na Câmara dos Deputados e Senado para tratar sobre o encaminhamento do tema e informou que a entidade pretende promover diversos eventos para celebrar a data.

REFORMA PARCIAL
ESTATUTO SOCIAL

>> 03.12.2015: Resolução conjunta CD/Diretoria para constituição da Comissão de Reforma do Estatuto do Bunkyo
>> 10.09.2015: Reforma parcial do estatuto do Bunkyo
>> 27.05.2015: Conselho Deliberativo institui a Comissão de Reforma do Estatuto do Bunkyo
>> ESTATUTO SOCIAL