pavilhaohome edificiohome museuhome kokushikan blibliotecaacervo bunkyonethome

Perseguição à colônia japonesa nas ditaduras argentina e brasileira em debate no Memorial da Resistência

silencio rotoO Memorial da Resistência e o Núcleo de Preservação da Memória Política realizam amanhã, dia 23 de setembro, uma sessão em que será discutida a perseguição a militantes nikkeis pelas ditaduras argentina e brasileira e terá a presença de descendentes e ex-presos políticos. Com entrada franca, o evento acontece às 14h no prédio do antigo Dops, na Luz, e haverá exibição do documentário "Silencio Roto - 16 Nikkeis".

Esta é mais uma edição do projeto Sábado Resistente, realizado pelo Memorial da Resistência, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, em parceria com o Núcleo de Preservação da Memória Política. Na ocasião será discutirá a questão do desaparecimento e assassinato de membros da comunidade japonesa durante os regimes militares da Argentina e do Brasil.

Para contextualizar o debate, será exibido o documentário “Silencio Roto”, de Pablo Moyano, que conta a história dos 16 imigrantes japoneses desaparecidos durante a ditadura civil-militar argentina (1976-1983) e a luta dos familiares para encontrá-los e pedir por verdade e justiça.

PROGRAMAÇÃO

14h00 – Boas vindas – Marília Bonas (Memorial da Resistência de São Paulo)
14h10 –   Coordenação – Maurice Politi (Núcleo de Preservação da Memória Política)
14h20 –   Mesa Redonda

Elsa Oshiro é irmã de Jorge Eduardo Oshiro, estudante secundarista sequestrado pela ditadura militar argentina. Membro do coletivo Familiares de Desaparecidos de la Colectividad Japonesa e do Movimiento Ecuménico por los Derechos Humanos.

Jorge J. Okubaro é ex-preso político, jornalista e autor do livro "O Súdito (Banzai, Massateru!)", que trata da imigração japonesa no Brasil.

Verónica Asato é filha de Juan Alberto Asato. Também integra o grupo Familiares de Desaparecidos de la Colectividad Japonesa. É docente de Educação Primária e Inicial. Trabalha na Direção Provincial de Educação Inicial.

Nair Kobashi é docente sênior da Escola de Comunicações e Artes da USP. Foi presa em abril de 1972. Saiu 18 meses depois, em liberdade condicional. Foi militante do PC do B.

16h10 – Debate

SERVIÇO

Sábado Resistente - dia 23 de setembro, às 14h
Debate em pauta: perseguição a militantes nikkeis pelas ditaduras argentina e brasileira
Exibição do documentário: "Silêncio Roto - 16 Nikkeis", de Pablo Moyano

Local: Memorial da Resistência de São Paulo
Largo General Osório, 66 – Luz - Auditório Vitae – 5º andar
Informações: (11) 3335-4990 / faleconosco@memorialdaresistenciasp.org.br
Aberto de quarta a segunda (fechado às terças), das 10h às 17h30
Entrada Gratuita | www.memorialdaresistenciasp.org.br

Facebook-BunkyoTwitter-BunkyoMuseu Histórico da Imigração Japonesa no Brasilinstagram

REFORMA PARCIAL
ESTATUTO SOCIAL

>> 03.12.2015: Resolução conjunta CD/Diretoria para constituição da Comissão de Reforma do Estatuto do Bunkyo
>> 10.09.2015: Reforma parcial do estatuto do Bunkyo
>> 27.05.2015: Conselho Deliberativo institui a Comissão de Reforma do Estatuto do Bunkyo
>> ESTATUTO SOCIAL