pavilhaohome edificiohome museuhome kokushikan blibliotecaacervo bunkyonethome

Falecimento de Katsunori Wakisaka

katsunori wakisakaFaleceu, no último dia 15 de novembro, aos 94 anos de idade, o prof. Katsunori Wakisaka, em consequência de infecção hospitalar. Ele se encontrava internado no Hospital Sírio Libanês há cerca de dois meses por conta de uma queda sofrida no interior de sua residência.

O professor Wakisaka nasceu em 15 de março de 1923, na cidade de Hiroshima (Japão). Chegou ao Brasil em 16 de janeiro de 1927, a bordo do vapor Santos-Maru. Cursou Química na USP, mas deixou o curso no terceiro ano. Chegou a cursar Filosofia durante um ano, mas abandonou novamente.

Depois, trabalhou na Cooperativa Agrícola de Cotia (1955-1968), na Coopercotia (1968-1971), no Banco Industrial de Investimentos do Sul (1971-1973) e na Sakura Film (1973-1982). Após se aposentar pela Sakura Film, continuou trabalhando como tradutor juramentado e professor do curso de tradução da Aliança Cultural Brasil-Japão.

No Centro de Estudos Nipo-Brasileiros (Jimonken), foi um dos membros mais dedicados desde a fundação em 1965. Além de colaborar em diversas pesquisas, exerceu o cargo de diretor em diversas gestões e presidiu a entidade de 1996-1999. Depois disso, atuou como conselheiro.

Entre os inúmeros trabalhos que participou, destaque para a organização dos dicionários bilíngues de português e japonês (2000 e 2003) editado pela Michaelis.

Traduziu, dentre outras obras, Passado, de Motojiro Kajii (1957), Professor Vento, de Ango Sakaguchi (1962), Contos, de Ryunosuke Akutagawa (sem data; co-tradução com Antonio Nojiri) e Nipo-brasileiros: processo de assimilação, de Susumu Miyao (2006).

Foi autor de ensaios e outros textos publicados nas revistas “Jitsugyo no Burajiru”, “Estudos Japoneses” e “Jinmonken”.

Informações: Centro de Estudos Nipo-Brasileiros
Foto: Arquivo da família Wakisaka