pavilhaohome edificiohome museuhome kokushikan blibliotecaacervo bunkyonethome

Representantes da JICA estão preocupados com a preservação de documentos em língua japonesa

jicaNo dia 19 de fevereiro, o Bunkyo recebeu a visita de representantes da JICA - Japan International Cooperation Agency preocupados em entender qual a necessidade das entidades em receber voluntários JICA para auxílio na preservação de documentos da comunidade nipo-brasileira.

Atualmente, as entidades produzem uma menor quantidade de documentos apenas em japonês, mas há materiais importantes que não podem ser perdidos, pois contam a história da entidade, momentos da imigração japonesa na localidade e seu desenvolvimento que não possuem versão em protuguês. O Bunkyo está reorganizando seu acervo após a doação da Fundação Mário Covas de traineis e arquivos deslizantes, mas entidades menores não contam com estrutura adequada e ainda assim precisam lidar com este problema. A JICA está verificando qual é a demanda por voluntários do Japão que possam auxiliar neste trabalho, principalmente dos documentos em japonês, que hoje pouca gente sabe ler, para que não se percam com o tempo.

jicaNa foto: ao centro, Harumi Goya, presidente do Bunkyo, ladeada por Mitsuko Kumagai (diretora geral da JICA Yokohama e diretora geral do Museu da Migração Japonesa ao Exterior) e Katsuto Kida (diretor adjunto da Divisão de Administração da JICA Yokohama). À direita, Hiroshi Sato (vice-diretor do Escritório da JICA Brasil e São Paulo) e à esquerda Eduardo Nakashima, secretário-geral administrativo do Bunkyo