pavilhaohome edificiohome museuhome kokushikan blibliotecaacervo bunkyonethome

Planejamento Comissões

1. Comitê Administrativo - Exercício de 2018

1.1 – Comissão de Administração Geral

(1) Assessorar a administração geral, os setores financeiro, contábil e de recursos humanos da entidade;
(2) Dar suporte às unidades administrativas Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil; Pavilhão Japonês e Centro Esportivo Kokushikan Daigaku, e ao Condomínio Edifício Bunkyo;
(3) Elaborar e encaminhar projetos subsidiados pela JICA;
(4) Realizar cerimônias festivas do Ano Novo (janeiro) e do aniversário do Imperador (dezembro);
(5) Promover a Homenagem Hakujusha (pessoas de 99 anos ou acima);
(6) Participar de eventos da comunidade nipo-brasileira (Festival do Japão, Exposição de Orquídeas, etc.);
(7) Promover recepções de boas-vindas, despedidas, homenagens e comemorações e
(8) Dar apoio ao 29º Prêmio “Itoen” de haiku.

1.2 – Comissão Patrimonial

(1) Promover a administração e manutenção do Edifício Bunkyo:
  a) Cuidar da locação dos auditórios, ginásios e salas;
  b) Manter a limpeza, controle de vigilância e segurança patrimonial (terceirizado);
  c) Participar da administração do condomínio (terceirizado);
  d) Manter e conservar a Biblioteca, Pequeno Auditório e Sala de Exposição;
  e) Manter e conservar o Espaço Multiuso (ex-Ginásio de Esportes) e
  f) Administrar o estacionamento (terceirizado).
(2) Dar continuidade às providências de regularização do Edifício Bunkyo junto aos órgãos públicos.

1.3 – Comissão Jurídica

O Plano de Atividades da Comissão Jurídica restringir-se-á em reuniões bimestrais, a fim de tratar de interesse jurídico do Bunkyo, sobre assuntos ordinários, consultas formuladas por seus órgãos administrativos, encaminhando sugestões de medidas a serem tomadas, para tanto, reunindo-se na segunda segunda-feira do mês. Reuniões extraordinárias serão convocadas quando houver assuntos urgentes.

1.4 - Comissão de Administração do Pavilhão Japonês

(1) Administrar e conservar as instalações do Pavilhão Japonês e da exposição permanente do acervo de arte japonesa;
(2) Cuidar da criação de Nishiki-Goi (carpas coloridas);
(3) Cuidar da manutenção do Jardim Japonês e Brasileiro;
(4) Promover e organizar as visitas monitoradas de escolas públicas e privadas;
(5) Promover o “Hina Matsuri”, “Kodomo-no-hi” e “Mês da Cultura Japonesa” (Bunka no Hi);
(6) Desenvolver e realizar concertos mensais de música clássica japonesa, estabelecendo integração com a música brasileira;
(7) Assessorar a diretoria na retomada da elaboração do projeto paisagístico visando ampliar a área de abrangência do Pavilhão Japonês e do Memorial em Homenagem aos Imigrantes Pioneiros Falecidos (Ireihi), em conjunto com a Prefeitura Municipal de São Paulo, Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil, com apoio do Consulado Geral do Japão em São Paulo;
(8) Desenvolver e consolidar as relações com as instituições governamentais na esfera municipal, estadual e federal visando a sustentabilidade e desenvolvimento de novos projetos;
(9) Promover o intercâmbio cultural com entidades congêneres internacionais:
  a) Exposição de Bancos Indígenas, acervo da BEI Editora, no período de maio e junho de 2018, em celebração aos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, simultaneamente com a exposição no Tokyo Metropolitan Teien Art Museum, organizada pela Embaixada do Brasil no Japão;
  b) Organização conjunta com PecPan – World Percussion Panorama, em celebração aos 110 anos, com apresentações de músicos do Brasil e Japão no Festival do Japão;
  c) Desenvolver e realizar palestras e workshops com temas voltados à arquitetura tradicional e contemporânea do Japão e do Brasil, organizada pela Arq.Futuro e BEI Editora, e
(10) Desenvolver, implementar e captar recursos para o projeto de restauração, preservação e sustentabilidade do Pavilhão Japonês.

1.5 – Comissão de Administração do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil

(1) Administração rotineira do Museu
a) Para 2018 a Comissão tem como plano de atividades, implementar esforços para formalizar a Sociedade Amigos do Museu, com vistas a uma melhor captação de recursos necessários à administração do Museu. b) melhorar os meios de divulgação das atividades do Museu através da atualização do site do Museu e da página do Museu no Facebook.
(2) Para comemorar o 110º aniversário da imigração japonesa no Brasil e o 40º aniversário de fundação do Museu: a) propõe-se executar o seu projeto de modernização das instalações do Museu, com introdução de tecnologias de multimídia e de interatividade, além da reforma de todo o sistema de ar condicionado nos 7º, 8º e 9º andares, bem como tratamentos contra vazamento de chuvas no 9º andar. b) Propõe-se também concluir as obras das Reservas técnicas do Museu, no 3º andar, com aquisição de arquivos deslizantes para a Reserva bibliográfica e traineis para a Reserva de obras de artes e instalação de sistemas de controle de umidade e temperatura c) pensa-se na tradução para o português, dos dados catalográficos de informações sobre kimonos do acervo do Museu, produzidos pela especialista em quimonos, enviada da JICA, a fim de publicar um catálogo de quimonos do Museu. O Museu recebeu proposta para promover uma exposição e show de quimonos, em comemoração aos 110 anos da imigração, o que imagina-se serão desenvolvidos em parceria com outras instituições.
(3) Eventos especiais a serem planejados para 2018: 1. Exposição especial Sentaro Takaoka, em comemoração ao 100º ano de sua chegada ao Brasil; 2. exposição LARA, em conjunto com o Museu de Yokohama e Museu Paranaense; 3. Inauguração da modernização do Museu e 4. Exposição "A infância na imigração japonesa" e lançamento de livro com o mesmo tema.
(4) História Oral, além de dar continuidade às gravações dos idosos de 99 anos homenageados por ocasião do Hakuju, promover gravações de outros depoimentos considerados importantes testemunhos históricos, que serão utilizados nas instalações de multimídia planejadas na reforma do Museu.
(5) propõe-se empenhar esforços na tentativa de inaugurar as atividades do departamento de pesquisas e estudos sobre imigração japonesa no Brasil, além do estudo das possibilidades de convênio com as Universidades São Paulo e de Londrina para desenvolver pesquisas e estudos em conjunto.

1.6 - Comissão de Administração do Centro Esportivo Kokushikan Daigaku

(1) Administrar e conservar as instalações do Centro;
(2) Coordenar o 22º Festival das Cerejeiras, promovido em conjunto com entidades da região (7 e 8 de julho);
(3) Abrigar o campeonato de Mallet Golf e de Encontros de Jovens e
(4) Planejar e executar formas de melhor utilização do ginásio e demais áreas desse conjunto:
  a) obtenção do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros);
  b) construção da Área Gourmet do Projeto de Sustentabilidade do Kokushikan.

1.7 – Comissão de Planejamento Estratégico

(1) Preparar o orçamento anual e acompanhar sua execução;
(2) Preparar o orçamento plurianual de investimentos, a análise e avaliação das alternativas de fontes de recursos para investimentos e
(3) Acompanhar a consolidação dos trabalhos dos quatro Pilares da Entidade (Administrativo, Cultural, Relacionamento e Jovem).

1.8 – Comissão de Marketing e Comunicação

(1) Editar e publicar o anuário das atividades “Colonia”;
(2) Redigir e publicar o boletim informativo “Bunkyonews”;
(3) Redigir e divulgar o informativo eletrônico “Bunkyoe-news”;
(4) Estruturar a assessoria de imprensa da entidade;
(5) Redigir, atualizar e manter o site Bunkyo (www.bunkyo.org.br);
(6) Planejar e montar um Banco de Dados com informações relacionadas ao setor de comunicações da entidade;
(7) Publicar a nova revista cultural da entidade;
(8) Incrementar as mídias sociais;
(9) Estruturar as ações de incentivos fiscais e captação de recursos e
(10) Revitalizar e padronizar a marca e comunicação integrada da entidade.

Facebook-BunkyoTwitter-BunkyoMuseu Histórico da Imigração Japonesa no Brasilinstagram

REFORMA PARCIAL
ESTATUTO SOCIAL

>> 03.12.2015: Resolução conjunta CD/Diretoria para constituição da Comissão de Reforma do Estatuto do Bunkyo
>> 10.09.2015: Reforma parcial do estatuto do Bunkyo
>> 27.05.2015: Conselho Deliberativo institui a Comissão de Reforma do Estatuto do Bunkyo
>> ESTATUTO SOCIAL